Paulínia está a procura de dançarinos e coreógrafos

 
Prefeitura de Paulínia pretende atingir 1,3 mil estudantes com projeto de dança

Prefeitura de Paulínia pretende atingir 1,3 mil estudantes com projeto de dança

O Projeto Paulínia Ao Vivo da Secretaria de Cultura de Paulínia pretende atingir este ano, em torno de 1.300 alunos entre rematrículas e novas vagas, e para isso já planeja ampliar o seu quadro de professores e coreógrafos com a contratação de grandes nomes do mercado da dança e do teatro musical nacional.

De acordo com a diretora do Projeto Paulínia Ao Vivo, Fernanda Chamma, quem passa a assinar as aulas de ballet clássico do Projeto é a bailarina e professora Daniela Steck e n a área do jazz e musical theatre, fará parte do quadro de profissionais do Projeto Paulínia Ao Vivo, Priscila Vargas.

“O Projeto engloba diversas técnicas de dança, canto e interpretação. O ballet clássico faz parte da base de todo esse trabalho. Vivi muito essa experiência fora do país e acho maravilhoso ter a oportunidade aplicá-lo em Paulínia”, diz Daniela Steck .

As aulas de canto e de musical, passarão a receber mensalmente, a visita de profissionais convidados para “workshops especiais”. Estes farão parte do calendário anual do Projeto e das montagens de trabalhos coreográficos que irão representar o Paulínia Ao Vivo em eventos, mostras e festivais de dança do país.

Para o primeiro semestre, os preparadores vocais Andrea Vitfer e Ronie Kneblewski já confirmaram presença. Ambos possuem em seu currículo, a preparação de elenco e solistas de todos os grandes musicais que tem se apresentado no Brasil.

 
 
 

0 Comentários

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

 
 

Comente